Castelabatte, la “Dolce Vita” still exist!

FOR ENGLISH VERSION SCROLL THE TEXT!

Castelabatte significa tanto pra mim, que é difícil achar as palavras e o melhor jeito de contar essa história. Mas vou tentar.

CastelabatteHá um tempo, numa conversa informal entre amigos, perguntei qual o lugar em que gostariam de estar. Meu amigo (que é um principe de uma família muito antiga da Austria) respondeu prontamente: Castelabatte. Eu congelei, é daonde vem os meus antepassados. Como ele pensou justo nesse lugar! Num outro dia, com outros amigos, fiz a mesma pergunta, e um (outro amigo fidalgo) me respondeu prontamente: Castelabatte! De novo eu congelei, e repeti o que disse para o primeiro amigo. (A minha outra familia italiana veio da região de Veneza.)  Esse segundo amigo me contou que seus laços com Castelabatte são antigos.

Que sua família era amiga de um principe cuja família vivia ali desde os anos 1000 e que havia conseguido de volta as terras que seu pai perdeu no jogo.

Palazzo belmonte imageEle vinha lutando para recuperá-las e, depois de 35 anos, finalmente ganhou na justiça. Suas terras fazem parte da esplêndia reserva natural de Punta Licosa, um dos últimos refúgios de floresta e animais selvagens da Itália. Além de alguns castelos, ilhas e várias casas em ruínas que ele está a reformar e algumas já prontas, a beira mar, são alugadas para veraneio, além de vários terrenos dentro da cidade e em volta dela. Ele está pensando em começar alguns projetos relacionados ao turismo por lá. Angelo Belmonte é o principe de Castelabatte. Eu ouvi a história toda em silêncio, pensando que ali era também o lugar das minhas origens, e que, depois dessas coincidências, eu tinha que ir para lá conhecer o mais breve possível. Eu sabia também que uma prima minha até hoje ainda mantém o casarão da família Comenale, aonde meu tataravô morava, e que foi construído direto na praia, no centro da cidade.

Um par de meses se passaram e nosso amigo fez a introdução ao principe e fomos convidados para ficar 4 noites hóspedes em seu castelo. Um sonho!

Punta Licosa 2

Eu e meu marido saímos de Viena, aterrizamos em Nápoles, alugamos um carro e descemos pela costa malfitana. Atravessamos em dois dias uma das regiões mais lindas e coloridas do mundo. Mas Simplesmente LOTADA de gente. Não dava nem para parar o carro! Férias, mês de Julho e, principalmente, Agosto é sempre assim. Mas quando fomos nos aproximando do sul, começamos a ver as fazendas de búffalo que já mostravam as montanhas com natureza exuberante. Espaço, que maravilha, pensei!

Poucos anos atrás, em Castelabatte, foi feito um filme que ficou famoso na Italia chamado Benvenuti al sud”, uma comédia que mostra os costumes de se viver no sul da Itália para aonde um executivo de uma empresa de Milão é transferido. O filme é uma comédia deliciosa e eu recomendo.

Punta Licosa

Finalmente cheguei em Santa Maria de Castelabatte e dei de cara com a Dolce Vita que eu vi nos filmes de Fellini sem precisar fazer o menor esforço.

As praças e as casas coloridas, tudo limpo e claro, tão bonito, as crianças brincavam de bola na perto da praia. Um lugar de férias para os italianos. Quando chegamos na porta do Palazzo Belmonte, que fica dentro da cidade, avistamos o lindo brasão da família em cima da entrada central.

O Palazzo Belmonte foi construído no começo dos anos 1600 e outras partes adicionadas em 1700, e era, primeiramente, um lodje de caça para a família. Foi usado para tal até 1940. Os reis da Espanha e Itália costumavam vir e caçar ali na região. Hoje em dia, os atuais reis da Espanha e principe Charles também.

Punta Licosa ainda é quase como era quando foi usada para a caça no sec XVII. Em nossa visita a esse lugar, a beira mar, senti o cheiro de pinus misturado com a maresia e, como uma vez também na Turquia, senti o mesmo cheiro e, poucas vezes em Capri, uma melancolia invadiu o meu coração, mas dessa vez eu reconheci ser dali a origem. Eu estava com saudades daqui, disse para o principe.

Ficamos acomodados dentro do palazzo em um lindo quarto arejado, estilo mediterraneo, com sala e nosso terraço privado olhando para o mar. E, de lá, quase dava para ver a casa da minha família que ficava em frente! Cheguei na praça central da cidade e fomos visitar a casa. Ao lado da porta de entrada, havia um poema escrito por minha prima. A casa, um palacete neo-clássico, tem um nome Casa Bianca ou Casa Comenale, que, hoje em dia, ela aluga para férias.

Casa Comenale

Entrei e subi vários andares das escadas largas, imaginando a vida como era quando meu tataravô morava lá. Fiquei muito emocionada e me senti envergonhada por não te-la conhecido antes. Fiquei agradecida pelos meus antepassados, pelo trabalho e dedicação que tiveram.

Casa Bianca             Meu tataravó era médico e veio para o Brasil junto com a família Matarazzo, que também é de lá, para construir o hospital Matarazzo. Rezei muito os dias que passei em Castelabatte e me conheci melhor. Um lugar de encantamento, que merece a visita de todos os apaixonados pela Itália e boa comida, lugares refinados e rústicos ao mesmo tempo. Não é a toa que os reis da Espanha, principe Charles, e muitos artistas que precisam descansar, vão incógnitos para lá. A Dolce Vita acontece ali.

O principe Belmonte é um capítulo a parte. Na casa de seus 70 anos, um homem ainda bonito, workaholic, de pulso forte, mas que poderia ser um personagem dos filmes de Fellini.

Culto, inteligente e com aquele senso de humor que adoramos, o “principe”, como é chamado, é um homem romantico e espiritualizado. Seu mestre é Yogananda. Eu tive a oportunidade de fazer uma entrevista com ele que postarei aqui. Ficamos amigos, cantamos juntos nos passeios e falamos muito sobre a vida. Combinamos de nos ver mais. Você será sempre bem vinda aqui, ele disse. E eu agradeço, pois devo a ele e a meu amigo Stefan Bühl que nos apresentou, essa experiência maravilhosa que tive em Castelabatte. Não pude ser apresentada às minha origens de melhor forma!Obrigada Obrigada Obrigada!

SERVIÇO:

PALAZZO BELMONTE: Via Senatore Peppino Manente Comunale n. 22, 84048 Santa Maria di Castellabate, Italy

CASA COMENALE: Infoline: +39.3337488967

ANDREA GUIDE: http://www.easycilento.it /  info@easycilento.it  / +39 366 875 1879

 

ENGLISH VERSION

Castelabatte means so much to me that it is difficult to find the words and the best way to tell this story. But I will try..

Some time ago, in an informal conversation with friends, I asked them where in the world they would like to be. My friend (who is a prince of a very old Austrian family) replied promptly: Castelabatte. I froze, that’s where my ancestors came from. How he thought right in that place! Another day, with other friends, I asked the same question, and one (another gentleman friend) answered me promptly: Castelabatte! Again I froze, and repeated what I said to the first friend. (My other Italian family came from the Venetian region.) This second friend told me that his ties to Castelabatte are ancient.

That his family was friends with a prince whose family who had lived there since the 1000s and who had gotten back the lands that his father lost on gambling.

He had been struggling to get them back and, after 35 years, he finally won in court. Its lands now are part of the splendid natural reserve of Punta Licosa, one of the last refuges of forest and wild animals of Italy. In addition to some castles, islands and several ruined houses that he is renovating and some already ready, at the seaside, are rented for summer, as well as several lands within and around the city. He is thinking of starting some projects related to tourism there. Angelo Belmonte is the prince of Castelabatte.

I listened to this whole story in silence, thinking that it was also the place of my origins, and that, after these coincidences, I had to go and meet there as soon as possible.

I also knew that a cousin of my own still has the Comenale House, where my great-great-grandfather lived, and was built directly on the beach in the center of town, by the way, in front of Angelo’s castle. Yes they know each other! Small world!

A couple of months passed and our friend made the introduction to the prince and we were invited to stay 4 nights guests in his castle. A dream for me!

So, my husband and I left Vienna, landed in Naples, rented a car and drove down the Maltese coast. We crossed in two days one of the most beautiful and colorful regions of the world. But simply full of people! We could not even have place to stop the car! Holidays, July and, especially, August is always like this in Italy. But as we approached the south, we began to see the buffalo farms that already showed the mountains with exuberant nature. Oh, Space! I thought!

A few years ago, in Castelabatte, a film was made that became famous in Italy called “Benvenuti al sud”, a comedy that shows the customs of living in the south of Italy to where an executive of a company of Milan is transferred. The film is a delightful comedy and I highly recommend it.

Finally we arrived in Santa Maria de Castelabatte and I found myself facing the Dolce Vita that I saw in Fellini’s movies without having to make the slightest effort.

The squares and the colorful houses, all clean and clear, so beautiful, the children played ball at the beach. A place to vacation for the italians. Finally when we arrived at the Palazzo Belmonte, which is inside the city, we noticed the beautiful coat of arms of the family above the central entrance.

The Palazzo Belmonte was built in the early 1600s and other parts added in the 1700s, and was, first, a hunting lodje for the family. It was used for such until 1940. The kings of Spain and Italy used to come and hunt there in the region. Nowadays, the present kings of Spain and Prince Charles as well.

Punta Licosa is still almost as it was when it was used for hunting in the seventeenth century. On our visit to this place, on the seashore, I smelled of pine mixed with the sea and, as once in Turkey, I smelled the same, and just a few times in Capri, a melancholy invaded my heart, but this time I acknowledged being from there the origin. I missed it here, I said to the prince.

We were accommodated inside the palazzo in a beautiful, airy, Mediterranean-style room with living room and our private terrace looking out to sea. A dream room apartment! And from there, I could almost see the house of my family that was ahead! I arrived in the central square of the city and went to visit the house. Beside the front door was a poem written by my cousin. The house, a neo-classical mansion, has a name Casa Bianca or Casa Comenale, which, nowadays, it rents for holidays.

I walked up and down several floors of the wide stairs, imagining life as it was when my great-great-grandfather lived there. I was very moved and felt ashamed that I had not met her before. I was grateful for my ancestors, for their hard work and dedication.

My great-great-grandfather was a doctor and he came to Brazil together with the Matarazzo family, who is also from there, to build the Matarazzo hospital. I prayed a lot for the days I spent in Castelabatte and I knew myself better. A place of enchantment, which deserves the visit of all those in love with Italy and good food, refined and rustic places at the same time. It is no wonder that the kings of Spain, Prince Charles, and many artists who need to rest, go incognito there. The Dolce Vita happens in Castelabatte.

Prince Belmonte is a separate chapter. In his 70s he’s still a handsome and workaholic man with a strong wrist, but also he could be a character from a Fellini’s film.

Cult, intelligent and with that sense of humor that we love, the “principe”, as he is called, is a romantic and spiritualized man. His master is Yogananda. I had the opportunity to do an interview with him that I will post here. We became friends, we sang together italian musics on our walks around Punta Licosa and we  talked a lot about life. We agreed to see each other more. You will always be welcome here, he said. I think and I owe it to him and to my friend Stefan Bühl who introduced us to this wonderful experience that I had at Castelabatte. I could not be presented to my origins in the best way! Thanks Thanks Thanks!

SERVICE:

PALAZZO BELMONTE: Via Senatore Peppino Manente Comunale n. 22, 84048     Santa Maria di Castellabate, Italy

CASA COMENALE: Infoline: +39.3337488967

ANDREA GUIDE: http://www.easycilento.it /  info@easycilento.it  / +39 366 875 1879

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s